WEBMAIL
Login: Senha:
Um remédio para a alma humana

Terça-Feira, 03 de Junho de 2008 (14 anos atrás)
Tamanho do texto: Diminuir fonteAumentar fonte
Recorde de Bolt nos 100 m surpreende brasileiros

"Ele foi uma surpresa para todos. Ninguém esperava". A opinião do velocista Bruno Tenório de Barros sobre o jamaicano Usain Bolt, que estabeleceu o novo recorde mundial dos 100 m rasos, é comum entre os brasileiros.

Classificado para as Olimpíadas de Pequim nos 200 m rasos, Tenório encarava Bolt como um rival direto em sua prova, que é a especialidade do jamaicano, mas não esperava a marca de 9s72 obtida por Bolt no meeting de Nova York, no último sábado, que melhorou em 0s02 o recorde mundial.

"Agora ele vira um adversário em potencial nos 100 m rasos. Com certeza é o nome a ser batido e para mim foi uma surpresa pelo biótipo dele. Ele é alto como eu e não esperava que ele conseguisse esta marca expecional", avaliou André Domingos, integrante do revezamento 4 x 100 m rasos prata nos Jogos de Sydney-2000 e bronze em Atlanta-19996.

Na temporada, Bolt já havia dado sinais que poderia superar o recorde de Asafa Powell estabelecido em setembro de 2007. Quatro semanas antes do evento em Nova York, o jamaicano conseguiu a marca de 9s76 em Kingston. Em 17 de maio, ele voltou a assombrar com 9s92. "Foi um tempo muito abaixo já. Isso mostra que os 100 m rasos está aberto e o Asafa terá um bom concorrente", explicou Tenório.

Para André Domingos, o novo recordista da prova mais rápida do atletismo pode ir ainda mais longe. "Com certeza ele está com um tempo muito bom nos 200 m rasos e tenho quase certeza que ele também irá bater o recorde mundial. Não será uma surpresa para ninguém", analisou.

O jamaicano é especialista nos 200 m rasos, foi quinto colocado nesta prova nas Olimpíadas de Atenas e tem como melhor tempo a marca de 19s75, bem acima dos 19s32 obtidos pelo norte-americano Michael Johnson, quando estabeleceu o recorde mundial da distância nos Jogos Olímpicos de Atlanta-1996.

Na atual temporada, porém, Bolt ainda não disputou os 200 m, pois optou por priorizar os 100 m com o intuito de ganhar velocidade para a sua especialidade. Após bater o recorde, o jamaicano já confirmou que irá disputar a seletiva olímpica da Jamaica nas duas provas e ainda pretende compor o revezamento 4 x 100 m rasos.

Fonte: Uol Notícias

  Envie por e-mail            Versão para impressão
 Leia mais


Frase Exata    Todas as palavras 
Desenvolvimento Portal Medianeira - Fone: (45) 3264-6107 - R. Rio Branco, 1270 - Medianeira - PR